Friday, September 14, 2007

Escadaria Fugitiva

A menina voltou
A menina está triste
Dorme enrolada nos seus cobertores
O regresso é imprevisto.
O olho da serpente
enlaçado no pescoço.

Abandonada
a casa verde
dormita
escondida entre os pinhais.

Ela e o caminho
caíram por uma ribanceira.

O corpo jaz
despojado pela areia.
Afogado.

Sonâmbula, a alma vagueia
O mar, sempre o mar
em ondas
rebenta nos rochedos.

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home