Sunday, October 07, 2007

Sei lá a razão

Não sei o que hei-de fazer. Experimentei todos os processos conhecidos e por minha conta até inventei alguns. Que falta de chá! Não preciso que me lembrem que tudo isto é um disparate pegado. Que a vida é uma chatice. Obstino-me e sei que é inútil. A parvoíce daquele homem no autocarro. Será que me tomam por lorpa ou quê? Poderia adjectivar indefinidamente: absurdo, estranho, abstruso, sei lá que mais! Hoje foi um dia a mais. Todos os meus dias estão sempre a mais. Não servem para nada. Não consigo ser feliz.

2 comments:

RAA said...

Nenhum dia mais deveria estar a mais.

estrelicia esse said...

Concordo. O pior é a esperança. O velho monólogo do quem sabe se amanhã talvez...