Wednesday, May 07, 2008

Fragmento XLXX

Todos os dias eu regresso,
parto e divido-me,
entre um dragão de boca cheia
e uma lady de olhos tristes.
Ela vem sorridente, ´
vestida de azul e estrelas.
Ele bate com os pés
e solta gritos estridentes.

Eu sou a criança perdida
entre dois mundos.
Entre sonhos e vigílias esperando,
a aparição divina e surpreendente,
o coração aberto, a lâmina afiada,
rei ou mendigo,
salpicado de lama
ou coberto de honrarias,
um pai, um irmão, um filho,
um louco, um bastardo, um pária,
mestre de solfejo, cambista ou ourives,
que me diga por que estou triste
e me ensine a ser feliz.

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home