Friday, April 25, 2008

Colecta Literária* 4 (Yukio Mishima)

Todas essas coisas, claro, tinham sido pressentidas, e eu sabia também que as condições básicas para esta existência imperativa eram o "absoluto" e o "trágico". A morte começou quando me determinei atingir uma existência além daquela que as palavras proporcionavam. Por mais destrutivo que fosse o aspecto assumido pelas palavras, elas estavam profundamente enraizadas no meu instinto de sobrevivência, parte da minha própria vida. Quando foi a primeira vez, realmente, que senti o desejo de usar palavras, a não ser quando senti, deveras, o desejo de viver? Eram as palavras que me permitiriam continuar vivendo, até que eu morresse de morte natural; elas eram os germes vagarosos de "uma doença que leva à morte".
Sol e Aço, trad. Paulo Leminski

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home