Tuesday, April 08, 2008

Colecta Literária*2 (António Sérgio)

O aceitarmos (mais: o desejarmos, até) que colaborem connosco na remodelação económica indivíduos animados de sentimento religioso (de verdadeiro sentimento religioso, acompanhado, ou não de religião positiva) não contradiz em nós a rejeição completa, para uso próprio, da parte dogmática e ritual de todas as religiões positivas que possa haver; nem a nossa profundíssima antipatia pelos aspectos políticos anticristãos que se topam na história da Igreja Católica e nas almas da maioria dos católicos; nem, ainda, a nossa intensíssima repulsa à intromissão do clero na política. É a esta intromissão que nós damos o nome de clericalismo; e o nosso anticlericalismo (que temos motivos para crer maior que o dos outros anticlericais de Portugal) não degenera em ódio à religião, nem se confunde com o ódio à religião. Na história da Igreja, abominamos tudo o que contraria o preceito de separar o que é de Deus do que é de César.
"Anotações",Introdução Geográfico-Sociológica à HIstória de Portugal.

2 Comments:

Blogger fugidia said...

O meu pai foi aluno dele e mais tarde amigo. Sempre ouvi falar do António Sérgio, acima de tudo, como um grande Homem.
Têm-nos faltado mais como ele...

4:28 AM  
Blogger estrelicia esse said...

Sou uma grande admiradora do António Sérgio. Também gostaria de poder ter sido aluna ou amiga dele. Felizmente, no entanto, as suas obras permanecem para além da sua vida e continuam a ser fonte inesgotável de reflexão e aprendizagem.

9:23 AM  

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home