Wednesday, April 09, 2008

Fragmento LXXVIII

Eis-me chegado ao cume da montanha. Diante de mim estende-se o mundo como uma paisagem entreaberta para o futuro. Amanhece, o orvalho rebrilha, iluminado pelo sol que se ergue no horizonte. Inesperadamente, surge uma rapariga. Vem vestida de verde e traz uma grinalda de flores entre os cabelos. Repentinamente, ela chega. Bruscamente, eu parto.
Mais vale o conforto de uma velhice sossegada do que os sobressaltos e os arroubos de uma amante jovem e caprichosa.

Leonardo Ventura, Confissões Involuntárias

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home